Atlético Mineiro

Números fazem lateral Patric alternar entre o céu e o inferno no Brasileirão
Números fazem lateral Patric alternar entre o céu e o inferno no Brasileirão
  • 09:29

Números fazem lateral Patric alternar entre o céu e o inferno no Brasileirão

Jogador avalia que sua participação nas partidas é alta e, por isso ele arrisca mais, com maiores chances de cometer erros

A participação ativa nos jogos do Atlético-MG tem sido o céu e o inferno para o lateral Patric, no Campeonato Brasileiro. O fato de a maioria das jogadas ofensivas e defensivas do Galo na competição serem pelo lado direito coloca as atuações do jogador na berlinda. E não é de hoje que Patric vem subindo e descendo na cotação da torcida do Atlético-MG. Em vários jogos na temporada, ele, que substitui o titular Marcos Rocha, saiu vaiado de campo. Em outras partida, o atleta teve o nome gritado pelos torcedores.


Patric figura em listas antagônicas de estatísticas do Campeonato Brasileiro. O lateral ostenta no momento o título de segundo maior assistente de toda a competição. Com três assistências, o jogador fica atrás apenas de Rodinei, da Ponte Preta, que tem quatro.

Recebi uns dados que sou um dos jogadores que mais acerta e também um dos que mais erraPatric, lateral do Atlético-MG

Mas Patric também aparece em quesitos negativos, como o de passes errados. É o jogador que mais errou passes na competição pelo Atlético-MG, com 31 equívocos no passe. No geral, ele é o nono que mais errou passes no Campeonato Brasileiro.

Patric sabe que na atual competição vem sendo um dos destaques do time tanto para o bem quanto para o mal.

- Esses dias eu recebi uns dados que sou um dos jogadores que mais acerta e também um dos que mais erra. Vi sobre o Neymar, que é um jogador que mais acertou e mais errou. Mas ele participa muito do jogo. Naturalmente eu vou errar mais do que os outros porque sou muito acionado.

O jogador sabe que as estatísticas são importantes para que os números sejam estudados e utilizados no trabalho para a evolução

- Os números ajudam a crescer e ver onde a gente erra e acerta.

Fonte: Globo Esporte