Atlético Paranaense

Atlético-PR supera desconfiança e tem o segundo melhor início da história
Atlético-PR supera desconfiança e tem o segundo melhor início da história
  • 10:48

Atlético-PR supera desconfiança e tem o segundo melhor início da história

Das 37 participações do Rubro-Negro no Campeonato Brasileiro, só a arrancada do time campeão em 2001 supera a campanha atual. Time recebe o Vasco no sábado

O Atlético-PR tem motivos de sobra, além da liderança em si, para comemorar neste início de Campeonato Brasileiro. Um é a volta por cima. Há pouco mais de um mês, o clube precisava disputar o Torneio da Morte (um quadrangular com os piores times) para garantir a permanência na elite do Campeonato Paranaense. Além disso, amargava uma eliminação para o Tupi-MG logo na segunda fase da Copa do Brasil.

Outro motivo para o Furacão festejar é a marca histórica alcançada após essas cinco partidas. Com 12 pontos (quatro vitórias e apenas uma derrota), o Furacão conquista o seu segundo melhor início no Brasileirão desde 1971. A campanha atual só perde, veja bem, para a arrancada do time campeão brasileiro em 2001. Na ocasião, Kleberson, Alex Mineiro, Kleber e companhia conquistaram 13 dos 15 primeiros pontos - ou seja, um a mais do que em 2015.

Os comandados de Milton Mendes superaram, usando essas cinco rodadas iniciais como referência, os números das outras 35 participações do Rubro-Negro na história da competição. No ano passado, por exemplo, o time tinha feito apenas cinco pontos. Em 2013, também. Em 2011, apenas um ponto (confira a lista completa abaixo).

Apesar de pouca gente esperar, o técnico Milton Mendes e os jogadores garantem que eles tinham consciência, antes de a competição começar, de que poderiam assumir a ponta. O meia Nikão diz que ninguém dentro do clube duvidava disso e que, agora, é dar continuidade:

A gente vem trabalhando. Sofremos no Campeonato Paranaense, mas, agora, as coisas estão acontecendo, as vitórias estão vindo. É dar continuidade Nikão, meia do Atlético-PR

- Nós, jogadores, nunca duvidamos da nossa capacidade. Os de fora podem ter até duvidado. Mas a gente, que estava ali no dia a dia, trabalhando, se dedicando, nunca duvidou um do outro, da nossa qualidade. Sabia que a gente era forte. A gente vem trabalhando. Sofremos no Campeonato Paranaense, mas, agora, as coisas estão acontecendo, as vitórias estão vindo. É dar continuidade. O Milton (Mendes) chegou e está fazendo este trabalho bem, de juntar o grupo, de ter o grupo unido - falou Nikão, que marcou o gol sobre o Figueirense no último triunfo do Atlético-PR no campeonato.

O próximo desafio do Atlético-PR será contra o Vasco, às 22h (horário de Brasília) de sábado, na Arena da Baixada, pela sexta rodada. O jogo será neste horário atípico por conta do amistoso da Seleção brasileira contra o México em São Paulo, na tarde de domingo.

Se vencer, o Furacão permanece na ponta por pelo menos mais uma rodada. Já se tropeçar, ele pode cair até cinco posições. O jogo contra os cariocas será acompanhado em Tempo Real pelo GloboEsporte.com, com vídeos dos principais lances.

Os ingressos para a partida estão à venda nas bilheterias do estádio (para os rubro-negros na Rua Buenos Aires e para os visitantes na Rua Petit Carneiro), pelo Disk Ingressos e pelo Site Ingresso.com. Vale lembrar que os sócios do Furacão têm desconto até esta sexta-feira.

Confira a pontuação nas cinco primeiras rodadas

1973 - cinco pontos
1974 - sete pontos
1975 - quatro pontos
1976 - oito pontos
1977 - dois pontos
1978 - oito pontos
1979 - três pontos
1982 - dois pontos
1983 - sete pontos
1984 - sete pontos
1986 - cinco pontos
1987 - seis pontos
1988 - cinco pontos
1989 - seis pontos
1991 - nove pontos
1992 - um ponto
1993 - três pontos
1996 - seis pontos
1997 - nove pontos
1998 - três pontos
1999 - sete pontos
2000 - 11 pontos
2001 - 13 pontos
2002 - 10 pontos
2003 - quatro pontos
2004 - cinco pontos
2005 - zero ponto
2006 - seis pontos
2007 - sete pontos
2008 - oito pontos
2009 - um ponto
2010 - quatro pontos
2011 - um ponto
2013 - cinco pontos
2014 - cinco pontos
2015 - 12 pontos

Fonte: Globo Esporte