Internacional

Inter precisa derrubar jejum contra o Corinthians por 1ª vitória fora de casa
Inter precisa derrubar jejum contra o Corinthians por 1ª vitória fora de casa
  • 13:36

Inter precisa derrubar jejum contra o Corinthians por 1ª vitória fora de casa

Colorado não vence há seis anos rival quando atua como visitante no Brasileirão; na ocasião, em 2009, Nilmar, que jogará no sábado, anotou golaço no Pacaembu

Vencer o primeiro jogo longe dos seus domínios no Brasileirão não é a única missão do Inter diante do Corinthians. O time de Diego Aguirre tentará quebrar um histórico recente quando enfrenta o time paulista como visitante. A última vitória em São Paulo diante do Timão ocorreu há seis anos.

Casualmente, o autor do gol do triunfo é a principal esperança neste final de semana: Nilmar. Na partida disputada no Pacaembu, que inaugurava aquela edição do nacional, o centroavante recebeu um lançamento de D'Alessandro, fez fila, driblando praticamente metade dos marcadores possíveis, e chutou no canto esquerdo de Felipe. Um gol antológico com direito a homenagens durante toda a semana .

Desde então, os insucessos se acumulam. Foram cinco duelos em São Paulo, com quatro derrotas e apenas um empate, o que dá um aproveitamento de apenas 6,66%. Sofreu seis gols e marcou apenas um. Vitinho aposta em dificuldades, mas acredita que o crescimento colorado pode servir como trunfo.

- Será muito difícil. A nossa equipe cresce a cada dia. Estamos melhorando no campeonato. Você pega uma equipe em uma fase difícil, ela precisa melhorar o mais rápido possível. Ela se esforça bem mais. Precisamos ter vontade, gana - avalia o atacante.


Além do histórico de insucesso, a rivalidade entre as duas equipes aparece como outro ingrediente. O Inter ainda se sente injustiçado pelo polêmico Brasileirão de 2005, quando 11 partidas foram anuladas e beneficiaram o Corinthians. Depois, no empate em 1 a 1 entre ambos, Tinga acabou derrubado por Fábio Costa, mas Márcio Rezende - então árbitro - não só mandou o jogo seguir como expulsou o volante. As reiteradas situações até hoje são lembradas pelo presidente Vitorio Piffero, que sempre diz que o "título foi tirado na mão grande".

Retrospecto em SP desde última vitória em 2009

Dois anos depois, o Colorado enfrentou o Goiás na última rodada. Após abrir o placar, levou a virada. O resultado, somado ao empate do Timão em 1 a 1 com o Grêmio, rebaixou os paulistas para a Série B. Em 2009, nova polêmica seria instalada. Após perder o primeiro jogo da decisão na Copa do Brasil por 2 a 0 no Pacaembu, o então vice de futebol Fernando Carvalho apresentou um DVD com lances que supostamente favoreceriam o Corinthians. O Timão acabou campeão do torneio e, mesmo assim, não esquece o episódio. Sempre busca uma forma de ironizar os gaúchos.

Em 2014, o Corinthians provocou o Inter (e também o Grêmio) após ser absolvido no "Caso Petros" nas redes sociais. Pouco tempo depois, voltou a ironizar o time gaúcho quando acertou com Tite, alvo de cobiça de Piffero, para ser o comandante da equipe em 2015. Com uma imagem fictícia de um DVD com Tite na capa, o perfil do Timão no Twitter cutucou os gaúchos, que também estavam interessados no treinador. "Se é Tite, é Corinthians. Parte III" dizia a chamada, lembrando a terceira passagem do treinador pelo clube paulista.

Alex, que já atuou no Corinthians entre 2011 e 2012, sabe bem como é esta rivalidade. Para o canhoto, provável substituto de Anderson - suspenso -, o Inter não pode deixar o time paulista ser contagiado pela força das arquibancadas e buscar o ataque:

- A rivalidade foi construída por algo extracampo em 2005. Estive lá e sei como é. Temos que ir jogar futebol. Não é fácil ganhar do Corinthians quando ele joga em casa. Eles têm muita confiança. Precisamos ter esse propósito. Temos que ser aguerridos e é o que tentaremos fazer.

Além disso, o Colorado busca a primeira vitória como visitante no Brasileirão. Até o momento, tem uma derrota - 3 a 0 para o Atlético-PR - e dois empates - 1 a 1 com Vasco e Palmeiras. Neste sábado, o Inter tenta acabar com os insucessos e devolver um pouco da provocação. A partida será disputada às 16h30 na Arena Corinthians. 

Fonte: Globo Esporte