Vitória

De olho no G-4, Escudero pede foco e afirma: “Estabelecemos como meta”
De olho no G-4, Escudero pede foco e afirma: “Estabelecemos como meta”
  • 11:46

De olho no G-4, Escudero pede foco e afirma: “Estabelecemos como meta”

Meia argentino revela que elenco do Vitória tem dois triunfos em casa nesta semana como objetivo e diz que jogo contra o Criciúma é “espelho” para próximos duelos

Apenas um ponto separa o Vitória do G-4 da Série B. Com nove pontos, o Rubro-Negro é o 6º colocado da tabela, atrás do Macaé, 5º colocado com 10 pontos, e América-MG, primeiro time do pelotão de frente, também com 10 pontos. A meta para o fim de semana está traçada: transpor essa pequena distância e cravar as unhas em uma vaga entre os quatro primeiros colocados.

Para isso, o Vitória precisar bater o Atlético-GO nesta sexta-feira. As equipes vão se enfrentar às 19h30 (horário de Brasília), no Barradão, e o Rubro-Negro chega empolgado, após o triunfo por 2 a 1 sobre o Criciúma. O meia Escudero revela que os três pontos conquistados na última terça eram parte do objetivo da equipe baiana, que pretende bater a meta nesta sexta.   

- Colocamos como meta vencer esses dois jogos em casa para chegar ao pelotão de frente ainda esta semana. Começamos bem o objetivo, algo que nos deu mais confiança. É jogar tudo para vencer e entrar nesse tão cobiçado G-4 – afirmou o argentino.  

Escudero ainda aproveitou para avaliar o rendimento do Vitória no último jogo. Ele classificou a postura rubro-negra como agressiva e disse que o desempenho deve servir como espelho para os próximos jogos.  

- Precisávamos de uma partida como essa, principalmente em casa.  Entendemos bem a proposta ofensiva do professor Wesley e fomos agressivos. Criamos várias chances de gol, tivemos o controle do jogo. Uma partida que certamente nos serve de espelho para as próximas - analisou.  

No entanto, não é uma partida boa que vai dar o acesso ao Leão. O meia pede que as boas atuações não se resumam a 90 minutos e destaca que o adversário desta sexta não deve ser subestimado por causa de sua situação na tabela.  

- Precisamos de uma sequência boa e não apenas um jogo isolado. O Atlético-GO não começou bem, se encontra em 15°, mas não deixa de ser uma equipe perigosa por isso. O grupo está ciente que precisa entrar com o foco redobrado - concluiu.

Fonte: GE